Um espaço para pôr as ideias em dia e pensar em voz alta sobre as TIC e a Escola
Sábado, 5 de Novembro de 2005
A culpa foi da tartaruga...

muitas_tartarugas-2.JPG



Tudo começou há muitos, muitos anos (mas mesmo muitos), quando eu pela primeira vez me sentei em frente de um computador, no decorrer de uma das primeiras acções de formação para professores do Projecto MINERVA.


Nunca antes tinha estado perto de tal máquina, nem sequer pensado que alguma vez isso me pudesse vir a acontecer, mas acho que, desde esse momento, fiquei irremediavelmente fascinada...


Naquela altura, foi uma tartaruguinha branca que era preciso comandar sobre um fundo negro (isto é uma referência à Linguagem Logo) que me começou a dar voltas à cabeça e a imiscuir-se na minha vida (e nos meus sonhos).


Passados uns anos, e depois de ter estado envolvida na formação de professores na área das TIC como professora destacada, voltei à escola. Era chegado o momento de tentar pôr em prática aquilo que tinha andado a apregoar mas que, no fundo, só conhecia na teoria.


Naquela altura, os computadores nas escolas rareavam e o primeiro desafio que se deparou a mim e aos meus colegas foi arranjá-los (e só esse processo dá um romance). E conseguimos arranjar computadores... O segundo desafio foi preparar todos os professores da escola para trabalhar com todos os alunos (esse é outro romance). E conseguimos...


Os anos foram-se passando, continuei nessa escola e, entretanto, consegui uma proeza profissional: pela primeira vez (em mais de 20 anos) tive a hipótese de acompanhar a mesma turma de alunos ao longo dos quatro anos de escolaridade.


No próximo artigo deste blog, irei relatar como foram os primeiros contactos destes alunos com as TIC. E a este propósito, satisfaçam a minha curiosidade:


• Lembram-se da 1.ª vez que usaram o computador?



publicado por mtsilva às 11:16
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De Anónimo a 9 de Novembro de 2005 às 17:53
Bem..é um bocado difícil saber o momento exacto de quendo pela primeira vez experimentei um com putador, mas se a minha memória não me trai penso que foi quando frequentava o 10ºano. Penso que a professora de Português pediu para fazermos um trabalho e como um colega do grupo tinha computador fomos todos para casa dele. Na altura o computador para mim era um "bicho de sete cabeças". recordo-me que até tinha medo de lhe tocar:) Felizmente hoje o contacto com as tecnologias começa mais cedo!!Sónia Gomes
</a>
(mailto:)


De Anónimo a 9 de Novembro de 2005 às 11:17
A primeira vez que utilizei o computador? Claro que me lembro, andava no 5.º ano. Era quando eu me juntava com a minha amiga Patrícia para estudarmos as duas na casa dela. Como ela tinha computador então antes de estudarmos iamos sempre jogar "O Prince", fantástico aquele jogo. Para mim era uma super aventura. :) Depois aproveitavamos também para ver como aquilo funcionava com os outros programas. Era uma coisa deliciosa.
Acho que sempre fui fascinada por computadores, e esse bichinho foi crescendo à medida que iamos avançando na Escola e as TIC começaram a ser introduzidas. E depois de fazer a Formação em Produção Multimédia, poder ver um pouco do mundo que está por detrás das páginas de Internet, é algo inexplicável e bastante complicado também. Mas é algo realmente fantástico.
Por isso penso que as crianças mesmo no 1.º Ciclo deveriam ter muito mais contacto com as TIC, porque é uma forma de eles se envolverem mais com este instrumento de trabalho e na mesma de obterem as diferentes aprendizagens. Pude aperceber-me disso porque estive no PAPI (Projecto de Acompanhamento Pedagógico de Internet), no ano lectivo anterior, e vocês nem imaginam o gosto, os sorrisos e toda a festa que as crianças faziam por saberem que iam estar aquele dia com as TIC. É algo surpreendente.
Teresa desculpa ter sido um pouco longa no meu comentário. Isabel Barbosa
</a>
(mailto:isasaraiva@portugalmail.pt)


De Anónimo a 9 de Novembro de 2005 às 10:40
Comecei a usar oi computador quando andava no 12º ano, tarde talvez? Naquela altura os trabalhos solicitados não exigiam o uso do computador, nem sequer se questionava a sua importância e utilidades. Quando agora vejo que no 1º ciclo os alunos já o utilizam das mais variadas formas e como um auxiliar das aprendizagens, penso : Como será daqui a uns anos?Susana Macedo
(http://zana)
(mailto:zanamacedo@iol.pt)


De Anónimo a 8 de Novembro de 2005 às 11:38
Então não lembro!
Andava por essa altura a embrutecer... a marcar passo na tropa e na vida! Um dia um "camarada" que estava tão cansado daquilo como eu, levou para lá um Timex Sinclair com um simulador de vôo que ia guardado dentro de uma cassete audio!!!
Fiquei fascinado, claro está.
Quando acabei as minhas obrigações com a Pátria, regressei à Escola, mas desta vez na pele de professor. Estava naquela época o programa Minerva a dar os primeiros passos e apareceram umas máquinas fabulosas que se chamavam AT qualquer coisa, com uma fabulosa memória de 2 Kb... e até tinham teclado numérico! Foi a primeira vez que vi um processador de texto (que cabia numa disquete... e o sistema operativo noutra!). Bom, mas o que é certo é que foi nesta pré-história da tecnologia educativa que eu acho que percebi a importância que estas máquinas viriam a ter dalí para a frente.
Será que hoje ainda sabia trabalhar com aquilo?João Raimundo
</a>
(mailto:j-raimundo@sapo.pt)


De Anónimo a 7 de Novembro de 2005 às 18:07
Olá! Eu lembro-me muito bem da primeira vez que utilizei o computador. Os computadores ainda tinham um ecran muito pequeno e acentavam no CPU... Era muito nova, tinha uns 10 anos de idade (foi à cerca de 15), e foi aí que levei o meu primeiro trabalhinho feito em computador para a escola!!! O meu pai desde sempre teve computador, por isso para mim sempre assumiu um papel muito importante, se o era para o meu pai percebi que também o iria ser para mim! E foi.
O que seria de mim sem o computador?Sofia Araújo
</a>
(mailto:sofia.cca@iol.pt)


De Anónimo a 6 de Novembro de 2005 às 15:16
A primeira vez que me lembro de estar às voltas com um computador foi quando me deu na cabeça de comprar um Spectrum. Eu estava já na faculdade e já não sei porquê resolvi comprar um. Na altura eram a grande novidade. Já antes tinha tido um contacto mas apenas indirecto, pois por obrigação, para fazer uma disciplina do curso, tinha andado a perfurar cartões para pôr a correr programas no computador da faculdade e isso era uma coisa muito chata pois quase sempre o output vinha devolvido não sei quantas vezes devido a erros nos cartões.
Voltando ao Spectrum. Lembram-se desse bichinho?
Apesar de ter andado às voltas com ele acho que o usei muito pouco pois não me lembro de nenhum produto realmente importante produzido com ele. E vieram os PC's e eu sei que passei a usar um emprestado para fazer processamento de texto em Dos, talvez o Word Perfect ou outra coisa parecida. Era uma coisa óptima mas tinha que se memorizar uma data de comandos. Depois fui trabalhar para o projecto Minerva para a equipa do DEFCUL e nunca mais me separei dos computadores. Algumas colegas (teresita incluída) divertiam-se bastante com a tartaruguinha do Logo mas eu nunca fiquei muito nesse grupo. Se calhar a tartaruga nunca me conseguiu conquistar verdadeiramente. Teresa
</a>
(mailto:tfaria6@hotmail.com)


De Anónimo a 5 de Novembro de 2005 às 15:52
A minha primeira vez surgiu na sequÊncia de uma visita a uma empresa de informática, a Unisys. Fui lá para ver a empresa do pai de uma das minhas alunas e voltei com a ideia de que o mundo girava a uma velocidade maior do que imaginava. E depois colocaram-me uns computadores, assisti a umas sessões de formação e nunca mais pude encarar o mundo de uma outra maneira. De incício acreditava que os computadores mudavam o mundo, mas não percebia como seriam interessantes para o nosso trabalho até ao dia em que estive com um grupo fantástico que promoveu uma boa parte dos professores com quem contactou. Uma dessas pesssoas foste tu. Obrigado.Jose Virgilio
</a>
(mailto:zevirgilio@mail.com)


De Anónimo a 5 de Novembro de 2005 às 12:12
pois é a tartaruguinha branca tem responsabilidade em várias histórias de vida relacionadas com a educação e as TIC. Também eu fui introduzida na acção com os computadores pela mão dessa coisa chamada Linguagem LOGO. Acho que seria curioso fazer uma pesquisa a partir das histórias de vida de pessoas que (tal como tu e eu) iniciaram a sua relação com os computadores na educação com o uso da Linguagem Logo. Será que encontramos traços semelhantes na sua postura perante a educação e as TIC?
É um desafio que pode ter início nesta tua pergunta ingénua (são sempre as melhores).
Cá fico à espera de novas partilhas
Abraçomadalena
</a>
(mailto:mpsantos@fc.ul.pt)


Comentar post

algo sobre mim
pesquisar
 
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
29
30
31


artigos recentes

A culpa, desta vez, foi d...

Uma Escola com vista para...

Mas o que fazer só com um...

Que competências desenvol...

Todos diferentes...

O prazer de comunicar

E depois da pesquisa?

Questões organizativas

Os primeiros projectos de...

Aprender a trabalhar com ...

arquivos

Maio 2006

Abril 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

links
Contador

Apollofind Counter
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds